ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Infraestrutura e Logistica

Governo fará calçadas e ciclovias em trechos urbanos de rodovias

Segunda-feira, 14 de outubro de 2013


O Governo do Paraná vai implantar até início de 2015 cerca de 200 quilômetros de calçadas e 90 quilômetros de ciclovias nas rodovias estaduais que cruzam as áreas urbanas de municípios. Os projetos, que estão sob a supervisão da Diretoria Técnica do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), vão beneficiar mais de 20 municípios, trazendo mais segurança para os pedestres e ciclistas ao evitar que circulem nas margens das rodovias.

“A questão da mobilidade passou a integrar os projetos de obras rodoviárias, ao contrário do que vinha sendo feito anteriormente. A intenção é proporcionar mais segurança aos demais modais de transporte, permitindo que os pedestres e ciclistas possam conviver em segurança ao longo da malha rodoviária estadual”, disse o diretor geral do DER, Nelson Leal Junior. Além de ciclovias e calçadas, serão construídas passarelas.

Atualmente, a primeira obra a ser beneficiada por este novo conceito é a Rodovia da Uva, que terá seis quilômetros de calçadas em ambos os lados e 6 quilômetros de ciclovia, ao longo do trecho duplicado entre a PR-418 e a entrada do município de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. A obra, que está em andamento, terá também rampas de acesso e pontos de cruzamento para permitir a travessia dos pedestres com segurança.

Nas regiões Norte e Noroeste, também terão calçadas e ciclovias as duplicações entre Maringá e Paiçandu e entre Londrina e Cambé. Juntas, estas obras somam mais de 25 quilômetros de calçadas em cada lado da rodovia e também quase 10 quilômetros de ciclovias. As áreas de trânsito de ciclistas serão instaladas em locais com maior adensamento, respeitando as limitações das faixas de domínio das rodovias. Nestas duas cidades serão colocadas 10 passarelas, permitindo a circulação área de pedestres nos trechos com grande fluxo de veículos.

EM 2014 - Para 2014, o governo planeja iniciar a construção de 46 quilômetros de calçadas nas duplicações entre Pinhais e Piraquara e também entre Curitiba, Almirante Tamandaré, Itaperuçu e Rio Branco do Sul, além da duplicação na região de Tijucas do Sul. Nestas mesmas obras estão programados 23 quilômetros de ciclovias e de calçadas.

Dentro do programa de mobilidade está prevista também a implantação de calçadas e ciclovias nas obras de duplicações, que serão feitas em parcerias público-privadas, nas PR-445 (Mauá da Serra/Londrina), cerca de 20 quilômetros, e também PR-323, com 33 quilômetros. Outro corredor rodoviário, formado pela PR-280 e PR-180, vai ganhar mais de 3,5 quilômetros de calçadas.

Há também os novos corredores que o Estado está projetando para atender o setor avícola, passando pela PR-281, no Oeste, que terá quase 10 quilômetros de calçadas e mais 2 quilômetros de ciclovias. Outro corredor, o Norte Central, vai atender a região entre Mauá da Serra e Guarapuava, terá mais 24 quilômetros de calçadas e outros 5 quilômetros de ciclovias. Nos Campos Gerais, serão construídos quase 4 quilômetros de calçadas e mais 1,9 quilômetros de ciclovias.

CONCESSÕES - Nas concessões de rodovias, o DER está garantindo mais de 20 quilômetros de novas marginais, na região Central do Estado. São novas marginais com calçadas, nas regiões Prudentópolis, Guamiranga e Palmeira. Também serão feitas marginais em trecho da rodovia do Café.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

 Outras Notícias