ÚLTIMAS NOTÍCIAS / RIO DE JANEIRO

Forças policiais e militares mantêm cerco ao Complexo do Alemão

Sábado, 27 de novembro de 2010


As forças policiais e militares mantêm neste sábado (27) o cerco montado ao Complexo do Alemão, grande conjunto de favelas na zona norte do Rio de Janeiro. Desde a tarde de ontem, 800 homens da Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército estão posicionados nos 44 acessos do complexo. Segundo as autoridades, o cerco não tem hora nem dia para acabar.

 

De acordo com o coronel Lima Castro, relações públicas da Polícia Militar, os traficantes estão encurralados. Mais de 1.500 homens, incluindo forças policiais e militares, participam do cerco e das operações de varredura na favela Vila Cruzeiro, ocupada pelo Bope (Batalhão de Operações Especiais) desde o começo da noite da quinta-feira (25).


Homens do Bope, Polícia Militar e Polícia Civil continuam na favela em busca de armas, drogas e até corpos na Vila Cruzeiro. Segundo o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Mário Sérgio Duarte, o Bope permanece no território recuperado ainda sem prazo determinado. Cães farejadores também são utilizados na varredura. Conforme registrou a reportagem do UOL Notícias o rastro deixado na favela é de destruição e moradores acuados.

A polícia afirma que ainda há criminosos escondidos na comunidade, mas muitos deles fugiram para o vizinho Complexo do Alemão, onde a polícia acredita haver 500 traficantes reunidos. “Os marginais estão abatidos. São todos covardes, fugiram ontem igual lebres”, disse o coronel Álvaro Garcia, chefe de Estado Maior da Polícia Militar.

 

Fonte: UOL

 Outras Notícias