ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Segurança

Segurança Pública registra queda de 18% nos homicídios dolosos

Segunda-feira, 15 de dezembro de 2014


O Paraná registrou 181 homicídios dolosos no último mês de novembro, contra 221 no mesmo mês do ano passado, o que representa uma queda de 18%, segundo Relatório Estatístico Criminal da Secretaria da Segurança Pública. De janeiro a novembro, o Paraná teve 2.285 homicídios dolosos, o equivalente a 50 vidas poupadas, comparado com o mesmo período do ano de 2013 (-2,14%).

Segundo a Secretaria Estadual da Segurança Pública a redução verificada está dentro da meta para o mês e para o acumulado do ano.

A maior queda no índice criminal no acumulado do ano, de 44%, foi registrada na 18ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), cuja sede é Apucarana, na região do Vale do Ivaí. 

Outras reduções significativas ocorreram nas Aisps de Jacarezinho (-36%); Cornélio Procópio (-37%); Rolândia (-24%); Maringá (-21%); Toledo (-19%); Foz do Iguaçu (-23%); Cascavel (-7%); Pato Branco (-16%); União da Vitória (-23,5%); São Mateus do Sul (-7%) e Região Metropolitana de Curitiba (-9%).

ESTATÍSTICAS - O secretário da Segurança, Leon Grupenmacher, explica que, historicamente, as estatísticas criminais acompanhadas pela Secretaria demonstram que, todos os anos, há um aumento nos índices nos dois últimos meses do ano. 

“Neste ano, essa tendência de elevação apareceu em outubro. A partir disso, fizemos reuniões e reelaboramos o planejamento policial, o que contribuiu para esses resultados que, já em novembro, apontam para uma tendência de redução”, disse ele.

Na capital, foram 38 homicídios em novembro, dez a menos que o verificado no mesmo mês de 2013 (queda de 21%). No acumulado do ano são 528 ocorrências em Curitiba, acréscimo de 11%.

Os índices são uma prévia do Relatório Estatístico Criminal, divulgado trimestralmente pela Coordenadoria de Análise e Planejamento Estratégico (Cape) da Secretaria da Segurança Pública. A íntegra do relatório 2014 deve ser fechada e divulgada no início de 2015.

Fonte: AEN

 Outras Notícias