Prefeito Deca prestigiou evento

Passeata do Dia da Luta Antimanicomial e entrega de um veculo Van para o Caps

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 154 vezes


Ouvir matéria

O Governo Municipal de Marialva, por meio da secretaria de Sade e Caps-Centro de Ateno Psicossocial, realizou na ltima segunda-feira, 18 de maio, passeata do Dia da Luta Antimanicomial, que percorreu diversas ruas do centro da cidade, com banners, faixas e cartazes com mensagens temticas. O objetivo chamar a ateno da comunidade acerca do trabalho do poder pblico em prol de um sistema de atendimento psiquitrico mais humanizado. Esta data foi estabelecida em 1987, quando foi institudo o lema ?por uma sociedade sem manicmios?.

O evento contou com a presena do prefeito, Edgar Silvestre-Deca; vice-prefeita, Antonieta Belinatti; secretrio de Sade, Luiz Carlos Stfano; coordenadora do Caps, Ndia Ferro; capito da Polcia Militar, Jos Renato Mildemberg; alm de outros secretrios municipais, pacientes, usurios, familiares, estudantes e a comunidade em geral.

Na ocasio, o prefeito Deca aproveitou para entregar oficialmente ao Caps um veculo Van, adquirido com recursos do municpio, que ser utilizado em diversas atividades do centro. ? preciso respeitar e aceitar as vivncias, diferenas e limitaes das pessoas com transtorno mental, assim como enxergar suas possibilidades, uma vez que, com o tratamento, elas so capazes de administrar, compreender e at superar seus problemas e dificuldades. Parabns ao Caps pela organizao da passeata, to importante para mobilizar a comunidade, e tambm pela conquista do veculo Van, que representa mais um grande avano na qualidade do atendimento ofertado aos marialvenses que necessitam?, disse Deca.

Por muito tempo, as pessoas que sofriam de tormentos psquicos eram excludas totalmente da sociedade, obrigadas a viver em regimes de clausura em manicmios e tratadas por terapia quase que unicamente medicamentosa. A Luta Antimanicomial, comemorada anualmente no dia 18 de maio, lembra a mudana de paradigma no tratamento dispensado a esses cidados. Construindo uma realidade na qual um nmero cada vez maior de pessoas passe a ser assistido em servios extra hospitalares e reintegrando-as em vrios grupos sociais. Reforando que a aceitao por parte da comunidade fator fundamental para que o tratamento acontea no local onde o paciente resida, estimulando a convivncia com a famlia e os demais cidados, participando de atividades culturais, esportivas, de lazer e outros.

O tratamento oferecido pelo Caps busca resgatar no paciente o direito de exercer sua cidadania, dando a ele a condio de se tratar em uma instituio de sade de livre acesso. Um tratamento onde o paciente se torna sujeito de sua histria, diferentemente de um hospital psiquitrico.

Maiores informaes: (44) 3232-8354.

 Galeria de Fotos

 Veja Também