Autoridades civis e militar e estudantes participaram nesta segunda, 1, das festividades alusivas ao Dia da Independncia, que se encerrar no domingo, com a tradicional Corrida Pedestre 7 de Setembro

Solenidade marca abertura da Semana da Ptria em Marialva

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 198 vezes


Ouvir matéria

Solenidade realizada na manhã desta segunda feira na praça Francisco Silveira Rocha, com a presença de estudantes da rede de ensino e autoridades civis e militares, marcou a abertura da Semana da Pátria, que cuja programação inclui por diversas atividades. No domingo acontece a tradicional Corrida Pedestre 7 de Setembro.

 
A Semana da Pátria antecede a comemoração do 7 de setembro, dia da Independência do Brasil. A data começou a ser desenhada muito antes, com diversas ações e acontecimentos históricos. Mas foi no dia 9 de janeiro de 1822, quando D.Pedro decidiu ignorar a corte portuguesa que o queria de volta Portugal e ficar no país é que começou a se configurar a independência de fato.  
 
“Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que fico”, disse D.Pedro, decisão que apressou a independência do país, pois o ‘Dia do Fico’ foi seguido de diversas medidas que desagradaram a corte portuguesa.  D. Pedro convocou uma Assembléia Constituinte, organizou a Marinha de Guerra, obrigou as tropas de Portugal a voltarem para o reino.
 
Determinou também que nenhuma lei de Portugal seria colocada em vigor sem o “cumpra-se ", ou seja, sem a sua aprovação. Além disso, o futuro imperador do Brasil, conclamava o povo a lutar pela independência. Durante viagem entre Santso e São Paulo, chegou às mãos de D. Pedro carta do reino em que a corte anulava a Assembléia Constituinte e exigia sua imediata volta a Portugal.  
 
Próximo ao riacho do Ipiranga, levantou a espada e gritou: " Independência ou Morte !". Este fato ocorreu no dia 7 de setembro de 1822 e marcou a Independência do Brasil. No mês de dezembro de 1822, D. Pedro foi declarado imperador do Brasil. Os primeiros países que reconheceram a independência do Brasil foram os Estados Unidos e o México.
Discurso
Durante a solenidade, o prefeito Humberto Feltrin lembrou que pátria rima com solidariedade, pois implica numa relação de convivência harmônica entre as pessoas. “Pátria somos todos nós, com cada um a seu modo contribuindo para a construção de um país melhor, mais justo e fraterno, onde se sobressaem as virtudes da justiça social”, disse Feltrin.  
 
A secretária da Educação e da Cultura, Cleonice Polessi Boschini, lembrou da importância da educação para o desenvolvimento do país, destacando estudo que sustenta a tese de que, se o país não apresenta índices de crescimento que o coloca junto a outras nações emergentes, uma das razões está na baixa qualidade do ensino oferecido nas escolas.
 
“Precisamos fazer a independência do conhecimento por meio da educação”, propõe a secretária. Segundo ela, hoje não falta escolas e, portanto, existe disponibilidade de vagas para todas as crianças e adolescentes, mas é indispensável investimentos mais consistentes num modelo educacional que de fato consagre o conhecimento e a evolução dos estudantes.
 
A Semana da Pátria se encerra no domingo, com a realização da tradicional Corrida Pedestre 7 de Setembro. A disputa acontecerá em várias modalidades, no masculino e no feminino,  com a distribuição de prêmios em dinheiro e medalhas. As inscrições, que se encerram hoje, 1º, no Departamento de Esportes, somente serão permitidas para atletas de Marialva.  
 

 Galeria de Fotos

 Veja Também