Municpio se engaja na mobilizao estadual de combate doena e disponibiliza mtodo de testagem da Aids cujo resultado sai em no mximo 30 minutos, com o mais absoluto sigilo

Marialva j realiza teste rpido para deteco do vrus da Aids

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 143 vezes


Ouvir matéria

A mobilização ‘Fique Sabendo1’, programa de combate à Aids lançado no sábado, 13, pelo governo estadual, tem a testagem rápida para identificação do HIV, o vírus transmissor da doença, como uma de suas características mais marcantes. Pelo novo método, o resultado do exatamente sai em menos de 30 minutos, contra até 10 dias pelo sistema tradicional.

 
“Importante destacar que o resultado é absolutamente sigiloso e o interessado em realizar o exame recebe todas as informações necessárias para fazer o teste com total segurança”, afirma o secretário de Saúde, João Dorival Garcia Gea. O exame pode ser feito no Centro Municipal de Saúde das 9 às 16 horas. O interessado deve ser maior de 16 anos e apresentar-se munido de documento de identidade.
 
De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, apenas 30% da população ativa sexualmente (entre 15 a 49 anos) já realizou teste para saber se possui o vírus da Aids. “É importante lembrar as pessoas que quanto antes for detectado melhor será o andamento do tratamento e a qualidade de vida do paciente”, afirma o secretário de Saúde.
 
 
Estimativas do Programa Estadual de Aids apontam que cerca de 20 mil pessoas têm o vírus no Paraná e não sabem. Destes, 46% possuem 35 anos ou mais. De acordo com a coordenadora nacional do programa de DST/Aids do Ministério da Saúde, Mariângela Simão, cerca de 44% das pessoas que procuram o teste de imunidade já têm indicações de ter Aids.  
 
 
O teste estará disponível até 15 de outubro em 400 unidades de saúde espalhadas em todo o Estado. O exame leva em torno de 30 minutos para ficar pronto. A realização é por meio de punção digital, semelhante ao teste de glicemia. Para a realização, é dispensada a apresentação de documentação ou qualquer forma de identificação.
 
A doença
 O primeiro caso confirmado no Brasil ocorreu em 1980 e no Paraná em 1984, em Londrina.  A Aids se manifesta após a infecção do organismo pelo vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). O vírus destrói os linfócitos – células que fazem a defesa de organismo. Com isso, a pessoa com HIV torna-se vulnerável a doenças oportunistas.
 
O indivíduo infectado pode ficar até 10 anos sem manifestar sintomas, o que facilita a transmissão involuntária. A principal forma de prevenção é evitar situações de risco, como manter relação sexual sem o uso do preservativo e compartilhar agulhas e seringas.
 
 

 Galeria de Fotos

 Veja Também