Os beneficirios participaram nesta quarta-feira (15), na prefeitura, de uma reunio para esclarecimentos sobre o programa.

25 residncias da zona rural de Marialva sero reformadas

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 166 vezes


Ouvir matéria

 

O Governo Municipal de Marialva realizou na manhã desta quarta-feira (15), no Plenário da Prefeitura, reunião com as famílias beneficiadas pelo Programa Carta de Crédito – Recursos FGTS - Operações Coletivas, que vai reformar 25 residências da zona rural do município. O objetivo do programa é melhorar as condições de habitação dos pequenos produtores rurais.

“Na reunião nós esclarecemos algumas dúvidas, por meio do gerente da Caixa e apresentamos às vantagens do programa”, disse o diretor de Habitação, Michel Camargo.

O encontro contou com a presença do prefeito Edgar Silvestre, o Deca, secretário de Agricultura, Edio Akio Mituy, o vereador Marcio Magalhães Navarro, e o gerente da Caixa Econômica Federal de Marialva, Pedro Bassoli Junior.

De acordo com Michel Camargo, o morador poderá pegar até R$ 6 mil em materiais de construção para a reforma da residência na zona rural. “Esse material não será cobrado, ele apenas terá que arcar com a mão-de-obra. Não é financiamento, é um recurso federal, ele não vai pagar por isso”, esclareceu.

O prefeito Deca aproveitou a oportunidade e afirmou o compromisso da administração com os pequenos produtores rurais. “Vocês têm a nossa atenção especial, podem ter certeza, quando fiquei sabendo desse programa, mais do que depressa quis implantar isso no nosso município”, contou.

Para o secretário de Agricultura, oferecer condições dignas de habitação é uma maneira de fixar essas pessoas na zona rural. 

A prefeitura já providenciou toda documentação dos beneficiários e a única pendência, até o momento, é o projeto de lei que deve ser aprovado pela Câmara Municipal nos próximos dias.

O programa será desenvolvido pelo Governo Municipal em parceria com a Secretaria de Agricultura, Habitação, Emater e Caixa Econômica Federal. 

 Galeria de Fotos

 Veja Também