Flviano Rosada, responsvel pelo setor, pede aos empresrios e comerciantes marialvenses para que participem mais das licitaes. ?Boa parte dos recursos poderiam ficar aqui no municpio?, diz ele.

Departamento de Compras da prefeitura j realizou mais de 330 procedimentos licitatrios

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 158 vezes


Ouvir matéria

 

Não entra nada na prefeitura sem ser licitado, desde uma caneta até um veículo. Quem afirma é o responsável pelo departamento de Compras de Marialva, Fláviano Rosada. Segundo ele, já foram feitos esse ano 337 procedimentos licitatórios no município e muitos deles, empresas de fora que acabaram ganhando o serviço ou produto requisitado.

“Nós sentimos que o comércio, as empresas de Marialva têm receio em participar de licitações da prefeitura. O Governo Municipal gostaria que o comércio se envolvesse mais para que os recursos fiquem aqui mesmo, na cidade, mas claro que algumas coisas não têm jeito, tem que vir de fora”, ressalta.

Fláviano Rosada explica que os tipos de licitação mais utilizados é o pregão presencial, carta convite, tomada de preço, e a dispensa de licitação.

“O pregão presencial é o que gera mais economia para a prefeitura. É um momento onde as empresas brigam entre elas no preço, como se fosse um leilão, nós damos o valor máximo que pode ser pago e eles vão diminuindo, aquele que oferecer o preço menor ganha”.

Empresas interessadas em participar de licitações da prefeitura devem ficar atentas aos editais publicados no Jornal O Diário Maringá e no site do município, no endereço www.marialva.pr.gov.br.

Mais informações no telefone 3232-8370.

 

 Galeria de Fotos

 Veja Também