Neste ms, j foram registradas 70 chamadas. A mdia mensal de 40 ocorrncias (Imagem Ilustrativa)

Com a estiagem prolongada, aumentam focos de incndio em Marialva

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 193 vezes


Ouvir matéria

 

Nessa época do ano, o clima fica seco e as chuvas se tornam escassas, o que deixa a vegetação suscetível às queimadas.

No município de Marialva, a Defesa Civil vem registrando várias chamadas para debelar focos de incêndios. Neste mês, já foram registradas 70 chamadas. A média mensal é de 40 ocorrências.

 

Para o Diretor de Operações da Defesa Civil, Nilson Macacari, é necessário que a população colabore para que a situação não se agrave. “Colocar fogo em terrenos baldios e incêndio ambiental são crimes. Quem causar está sujeito a multa”, afirmou.

 

Confira algumas dicas importantes sobre esse tema:


Ao trafegar pelas estradas e rodovias, não lance pontas de cigarro pela janela do veículo, pois com a baixa umidade desse período, a vegetação seca se incendeia com muita facilidade.


Quando você for acampar, seja bastante cuidadoso na hora de acender fogueiras, velas e lampiões. Só acenda as fogueiras após limpar bem o local, retirando completamente a vegetação em volta. Procure fazer sua fogueira em local aberto, como por exemplo, numa clareira ou à beira do rio, para que o fogo não prejudique os galhos e folhas das árvores que estejam em volta ou acima dela. Quando não for mais utilizar a fogueira, certifique-se que as brasas estão apagadas e resfriadas. Se possível, enterre o as sobras de material (carvão, brasas e cinza). Não jogue os restos da fogueira no rio. Nunca se ausente do acampamento, deixando para trás a fogueira acessa ou com torrões em brasa.


Não jogue lixo por aí. As latas de metal, os cacos e garrafas de vidro podem se aquecer ao sol e acabar dando origem às queimadas.
Não solte balões, pois esse gesto, por mais inocente que pareça, pode acabar causando vários prejuízos e destruindo muitas vidas. Lembre-se que você deve se alegrar, comemorando as datas festivas sem causar dor e sofrimento às outras pessoas. Portanto, substitua o hábito de soltar balões, por outras práticas.


Quando for realizar alguma queima controlada para renovo de pastagem ou para limpeza de alguma área, procure antecipadamente os órgãos ambientais, o Corpo de Bombeiros e as Brigadas Civis.
Pequenas atitudes como essas podem fazer grandes diferenças nas estatísticas. Seja sempre um amigo da natureza!

 

Maiores informações: (44) 3232 8354.

 Galeria de Fotos

 Veja Também