Municpio investe, numa primeira etapa, R$ 300 mil na expanso do sistema de tratamento de resduos urbanos dentro de um amplo conjunto de aes na rea de saneamento bsico

Obras das lagoas de tratamento esgoto esto em ritmo acelerado

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 146 vezes


Ouvir matéria

As obras de expansão das lagoas de tratamento às margens do Ribeirão Sarandi prosseguem em ritmo acelerado. O município investe cerca de R$ 300 mil no projeto, recursos oriundos da Fundação Nacional de Saúde. A obra faz parte de um conjunto de ações ligadas ao saneamento urbano desenvolvidas pela Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura.

 

 O projeto prevê a construção de três lagoas de tratamento de esgoto, que incorporará modernas soluções tecnológicas no processamento dos resíduos. A obra deve estar concluída em 180 dias.

A construção das lagoas, que dobrará a capacidade e tratamento de esgoto gerado pela área central da cidade, faz parte de projeto mais amplo que alcança todo o entorno da obra, constituindo-se assim numa iniciativa que não se propõe apenas a resolver um problema pontual.

 

“Toda a área será revitalizada com procedimentos que resgatam um passivo ambiental de décadas”, afirma Luiz Stéfano., secretário de Agricultura e Meio Ambiente.  “A realização dessa obra representa avanço importante no sentido de preservação ambiental e no reforço da qualidade de vida”, acrescenta o secretário.

 

Além dos aspectos positivos ligados ao compromisso do governo municipal em investir no reforço da infra-estrutura urbana, o empreendimento cumpre a função de eliminar problema que se arrasta há décadas.

 

 

 

 

 

Plano Diretor

A terceira e última audiência pública sobre o Plano Diretor, que seria realizada hoje, 20, às 19h30, na Casa da Cultura, foi adiada para segunda, 26, às 19 horas, no mesmo local. Na reunião será apresentada a minuta do plano já incorporado o resultado das primeiras duas audiências, quando a comunidade foi ouvida sobre o projeto que normatiza o desenvolvimento urbano do município.  Após a terceira audiência e cumprido os rituais burocráticos, o Plano Diretor será enviado à Câmara para que os vereadores discutam seu conteúdo e façam as emendas que julgarem necessárias para aperfeiçoá-lo. Aprovado no Legislativo, o plano será sancionado pelo prefeito Humberto Feltrin. 

 

Vacinação

A Secretaria de Saúde de Marialva conclui hoje o balanço sobre a campanha de vacinação de idosos contra a gripe encerrada na última sexta, 16, mas dados preliminares apontam que foi cumprida a meta de vacinar quase 100% da população com mais de 60 anos da cidade e dos distritos. “Os números estão sendo fechados, mas tudo indica que superamos a meta prevista pelo Ministério da Saúde, graças à participação das pessoas que entendem a importância de se imunizarem para evitar agravamento de uma simples gripe”, afirma o secretário de Saúde, João Dorival Garcia Gea, o Vavá. A vacina imuniza contra o vírus da gripe, que em casos mais graves pode levar à morte sem os cuidados adequados.

 

ATI no Cambuí

A expectativa da prefeitura é de que em 60 dias os moradores do distrito de São Miguel do Cambuí já tenham à sua disposição uma Academia da Terceira Idade (ATI), a terceira ser inaugurada no município. A primeira foi instalada na praça Madre Rafaela Ybarra e a segunda no Conjunto Habitacional João de Barro. A ATI será implantada com recursos próprios do município. Uma quarta academia, em fase de licitação, será instalada no Conjunto Marialva 2 numa parceria da prefeitura com a Unimed. As ATIs, criadas pioneiramente em Maringá, se espalharam pelos municípios da região estimulando a prática de exercícios entre idosos e, por extensão, de pessoas que buscam uma vida mais saudável como forma de prevenir doenças.

 

 

 

 

 

 

 

 Galeria de Fotos

 Veja Também