Distrito ganha Academia da Terceira Idade em mais um investimento do governo municipal no sentido de favorecer a qualidade de vida

Terceira ATI de Marialva inaugurada no Cambu

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 339 vezes


Ouvir matéria

 

A terceira Academia da Terceira Idade (ATI) de Marialva já funciona no distrito de São Miguel do Cambuí e muito em breve uma quarta unidade, já em fase de licitação, será instalada no Conjunto Habitacional Marialva II. As outras estão instaladas na praça Rafaela Ybarra e no Conjunto Habitacional João de Barro.
 
 
 “Quem faz exercícios tem qualidade de vida e gasta menos com saúde”, afirma o prefeito Humberto Feltrin, que também pretende instalar ATI no Centro Social Urbano. Aliás, o governo municipal dispensa à melhoria da qualidade de vida atenção especial com diversos investimentos nesse sentido. 
 
Estatísticas apontam que consultas médicas entre usuários freqüentes das ATIs caem em média 30%, enquanto o uso de analgésicos recua até 27%. Mas o ‘milagre’ somente ocorre com o uso adequado e constante dos aparelhos, que garante uma vida saudável. 
 
A prática de exercícios físicos é tida como indispensável para a manutenção da saúde em qualquer faixa etária, mas na terceira idade se movimentar, com a devida orientação, constitui recurso importante para prevenir diversos problemas, físicos e psicológicos.
 
A ATI é um conjunto de equipamentos desenvolvidos com base em modelo chinês, com funções projetadas especialmente para uso de pessoas da terceira idade. Cada unidade conta com dez aparelhos.  Com isso, é possível fazer exercícios para fortalecer, relaxar, alongar, dar agilidade e promover a flexibilidade.
 
Apesar da facilidade de se exercitar nos aparelhos, seu uso é acompanhado por instrutores da área de Educação Física, considerando que cada movimento se destina a um objetivo específico. A prática cotidiana de movimentar-se contribui para afastar as pessoas dos consultórios médicos.
 
 
Antes de iniciar a prática de exercícios, os idosos passam por avaliação médica e recebem acompanhamento de monitores, no caso, professores e estagiários da área de Educação Física, o que garante os movimentos corretos para se obter os resultados esperados.
 

 Galeria de Fotos

 Veja Também