O dia da luta contra a AIDS celebrado mundialmente no dia 1 de dezembro

Monumento ?Cacho de Uva? se veste com lao vermelho na luta contra a AIDS

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 181 vezes


Ouvir matéria

O município de Marialva participará ativamente da Campanha Mundial contra o vírus HIV, responsável pela transmissão da AIDS em todo o mundo. O dia da luta contra a AIDS é celebrado mundialmente na próxima quarta-feira, 1º de dezembro. 

A ação consiste em colocar um grande laço vermelho em um marco importante do município, no caso de Marialva, no monumento Cacho de Uva, que se localiza na entrada da cidade, visível a todos que trafegam pela BR 376, como forma de chamar a atenção para o combate a doença.

O laço gigante foi colocado no dia 27 de novembro e permanecerá até o dia 11 de dezembro. Além de Marialva, outros municípios receberão o laço gigante em seus monumentos, como o Cristo Redentor no Rio de Janeiro.

Depois disso, será feito um vídeo promocional da ONU, com as imagens dos monumentos, que receberam o laço e será veiculado no mundo inteiro como parte da campanha contra a AIDS.

Além da colocação do laço, o município de Marialva realizará toda uma programação para estimular a prevenção da doença. No dia 1º, das 8h às 17h, haverá uma tenda montada no centro da cidade com informações para a população e distribuição de preservativos. Também serão abordados os veículos que passarem pela policia rodoviária de nosso município, para receberem esclarecimentos sobre o tema.

De acordo com o Secretário de Saúde de Marialva, João Marcio Sanches, a campanha vem para estimular as pessoas a se precaverem contra o vírus HIV, responsável pela transmissão da AIDS. “Marialva participará ativamente dando sua colaboração contra o vírus da AIDS, a favor da vida das pessoas”, afirmou João Marcio.

O laço vermelho é visto como símbolo de solidariedade e de comprometimento na luta contra a AIDS. O projeto do laço foi criado, em 1991, pela Visual Aids, grupo de profissionais de arte, de New York, que queriam homenagear amigos e colegas que haviam morrido ou estavam morrendo de AIDS.

Maiores informações: (44) 3232 8354.

 Galeria de Fotos

 Veja Também