Marialva participa do ?Cidade Empreendedora? para fomentar comrcio local

Marialva participa do ?Cidade Empreendedora? para fomentar comrcio local

Segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Última Modificação: // | Visualizada 191 vezes


Ouvir matéria

Marialva est participando do programa ?Cidade Empreendedora?, desenvolvido pelo Sebrae. O programa oferece a consultoria do servio para a implantao da Lei Geral das Micros e Pequenas Empresas.
A proposta vem para criar um ambiente mais favorvel para os empreendedores locais preparando-os para negociarem com os agentes pblicos como Prefeitura, Cmara, rgos estaduais e at federais.
Em Marialva foi criado um Comit Gestor formado por representantes de rgos e secretarias municipais, associao comercial, Emater e sociedade civil. Este comit que trabalhar em diversos setores da sociedade com o objetivo de prepara-los para o programa.
Segundo o consultor do Sebrae Mateus Ferreira, em Marialva, o ?Cidade Empreendedora? vai atuar nas escolas com a educao empreendedora, estimulando os estudantes e com o setor do comrcio oportunizando para os empresrios locais um caderno de itens que a Prefeitura necessita comprar e oferecer a oportunidade para o comrcio local participar das licitaes.
?Com isso, a Prefeitura investe parte de seu oramento na economia local, pois comprando dos comerciantes da cidade, ela movimenta toda a cadeia produtiva, gerando emprego e renda para o municpio?, diz Ferreira.
Dentro desse programa ainda, a Prefeitura disponibiliza a ?Sala do Empreendedor? que tem o papel de auxiliar os MEIs no seu dia a dia, j que muitos que abriram e esto trabalhando com essas empresas podem tambm vender ou prestar servios para rgos pblicos. Em Marialva estima-se que em torno de mil Microempresas Individuais foram abertas nos ltimos anos.
Nesta semana, os funcionrios da Prefeitura e os representantes dos demais rgos, que fazem parte do Comit Gestor da Lei Geral, participaram de um treinamento sobre como o trabalho ser realizado.
O secretrio de Indstria e Comrcio de Marialva Ideuber Celeste explica que a Lei Geral vem para desburocratizar os processos e fomentar a economia local. ?O nosso papel ajudar as micro e pequenas empresas a se desenvolverem, se elas crescem toda a economia de Marialva tambm cresce e toda a sociedade ganha?, comemora Celeste.
Para o prefeito Victor Martini, a Lei Geral alm de tudo, cumpre uma funo social importante. ?Assim vamos dar condies para que os Microempresrios de Marialva participem das licitaes e que as empresas da cidade sejam competitivas?, diz Martini.

 Galeria de Fotos

 Veja Também