Descarte de medicamentos

População descartou mais de 30 quilos de remédios vencidos ou desuso

Terça-feira, 14 de agosto de 2018

Última Modificação: 28/09/2018 08:24:31 | Visualizada 656 vezes

Cabines foram instaladas em todas as Unidades Básicas de Saúde, na Farmácia Municipal e no Pronto Atendimento.


Ouvir matéria

A Prefeitura de Marialva, por intermédio da secretaria municipal de Saúde, disponibilizou há um mês cabines de recolhimento de medicamentos vencidos ou que não estão mais sendo usados pela população. Neste período foram recolhidos cerca de 35,6 quilos de comprimidos e outros tipos de medicamentos que agora serão descartados de forma ambientalmente correta. Esses medicamentos, se descartado de forma desordenada, no lixo comum, pode causar poluição.

Essas cabines foram instaladas em todas as Unidades Básicas de Saúde, na Farmácia Municipal e no Pronto Atendimento. Depois de recolhido, o material é acondicionado em tambores plásticos e uma vez por mês uma empresa especializada em gerenciamento de resíduos hospitalares vem fazer a coleta. A empresa fica responsável em dar o destino correto a esses resíduos.

O prefeito Victor Martini comemorou o sucesso dessa iniciativa e disse que o mérito é todo da população que entendeu a importância de não descartar esses medicamentos no lixo comum. “O povo marialvense entende a necessidade de cuidar do nosso meio ambiente e isso é muito bom, essa grande quantidade de medicamento poderia poluir o solo e as nossas nascentes de águas, mas graças a esse programe o envolvimento de todos, estamos livre desse problema”, ressaltou Martini.

Quando precisar descartar algum medicamento faça de forma ambientalmente correta, não jogue no lixo comum e nem no encanamento de esgoto pela pia ou vaso sanitário, descarte esse material em uma das cabines e seja mais um colaborador para manter a cidade limpa e saudável.  

Fonte: Assessoria de Comunicação

 Galeria de Fotos

 Veja Também