Onde está a água?

Crise hídrica pode provocar racionamento de água

Quarta-feira, 21 de julho de 2021

Última Modificação: 21/07/2021 15:24:41 | Visualizada 299 vezes

SAEMA pede aos moradores que economizem água e já prepara legislação para multar quem provoca desperdício.


Estamos num momento crítico no fornecimento de água, a  crise hídrica tem feito com que muitos rios tenham sua quantidade de água significativamente diminuída e as minas estão com a sua vazão muito baixa.

 

Aqui em Marialva, para se ter uma ideia, a mina número 1 que fica localizada nas proximidade da Estrada da Mina está com sua vazão nos índices mais baixo já registrados. Ela não dá conta de produzir água num volume necessário que a cidade precisa. As demais minas também estão com a produção de água muito abaixo do normal.

 

Diante desta situação a SAEMA pede aos moradores que utilizem a água com muita responsabilidade evitando ao máximo o desperdício e atividades como varrer calçada com a água. 

 

“Se continuar desta maneira por mais alguns dias haverá a necessidade de fazer o racionamento no fornecimento de  água em toda a cidade”, disse o superintendente da autarquia João Victor Pimentel. 

 

Além disso a SAEMA já está preparando uma legislação para multar o morador que fizer o uso irresponsável da  água. A ideia é conscientizar as pessoas para que evitem realizar sistematicamente atividades que provocam o desperdício. 

 

“A hora é de extrema atenção. Pedimos a todos os moradores de Marialva que colaborem, façam a sua parte e economizem água”, ressalta Pimentel.

Fonte: Comunicação

 Galeria de Fotos

 Veja Também