ÚLTIMAS NOTÍCIAS / Família e Desenv.Social

Paraná tem a melhor rede de Centros de Assistência Social do País

Quarta-feira, 24 de julho de 2013


O Paraná tem 30% dos melhores Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) entre todos os estados brasileiros, de acordo com uma avaliação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS). São 34 unidades com nota 10, número equivalente a um terço dos 122 centros que obtiveram a mesma pontuação no País.

Dos 547 CRAS existentes no Paraná, 64% - ou 350 unidades - tiveram indicativo superior, com nota entre 8 a 10, segundo o Índice de Desenvolvimento dos CRAS (IDCRAS), divulgado no início do mês de julho com base em dados do ano passado. No levantamento anterior, o Paraná aparecia com 14 CRAS entre os melhores do País.

Para a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, a evolução se deve ao assessoramento intenso realizado por técnicos do Estado nos municípios para a implantação dos Planos de Providências e de outras ações e estratégias para melhorar os índices de assistência social no Estado.

“Esses números refletem a dedicação das equipes que trabalham lá na ponta, nos municípios. Mas o principal resultado é que este ganho se reverte principalmente em um atendimento de qualidade para as famílias que mais precisam”, afirma Fernanda Richa.

PORTA DE ENTRADA - O CRAS é considerado a porta de entrada das famílias à rede de proteção e assistência social. É nesta unidade que é realizado o atendimento de pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Nas unidades, que são geridas pelos municípios, as pessoas recebem atendimento para fortalecer os vínculos familiares, ter acesso a benefícios sociais como o Bolsa Família, entre outros programas, e assim promover a melhoria na sua qualidade de vida.

Fernanda Richa informa que desde 2011 o governo estadual investiu mais de R$ 5 milhões na inauguração e construção de novos CRAS. Em dois anos foram entregues 25 Centros de Referência de Assistência Social e outras 23 unidades estão em construção, com previsão de entrega até o final deste ano. Em 2014, a Secretaria da Família prevê a construção de mais 29 novos Centros em todo estado.

FAMÍLIA PARANAENSE – Os Centros de Referência são fundamentais para que os municípios recebam mais suporte do Estado na área social. Com o CRAS, as prefeituras podem aderir ao programa Família Paranaense e recebem suporte técnico e de planejamento para aplicar a metodologia do programa. Além disso, as cidades podem acessar recursos do Fundo de Assistência Social (Feas) e do Fundo da Infância e Adolescência (Fia).

O programa Família Paranaense tem como objetivo articular as políticas públicas de várias áreas do governo estadual para promover o desenvolvimento, o protagonismo e a promoção social das famílias que vivem em maior situação de vulnerabilidade e risco no Paraná. As ações envolvem 18 órgãos do Estado.

O prefeito de Carlópolis, Marco Antônio David, elogia o apoio que recebe do governo estadual na área social. “Com a nova estrutura do Cras no município poderemos acessar mais recursos, implantar novos programas e fazer o acompanhamento das pessoas em situação de vulnerabilidade social no município”, disse.

SISTEMA ÚNICO - O Índice de Desenvolvimento dos CRAS é resultado da avaliação dos dados do Censo do Sistema Único de Assistência Social (Suas), realizado ao longo de 2012. O levantamento é feito anualmente pelo MDS desde 2007.

O trabalho mapeia o Suas e avalia informações sobre quantidade, serviços e atividades prestados nos equipamentos de assistência existentes no País e o perfil dos trabalhadores da área. Além disso, afere a estrutura e atuação dos conselhos estaduais e municipais de Assistência Social, e a gestão do sistema nos estados e municípios.

Centros de Referência de Assistência Social com Nota 10 no Paraná:

Araucária – 01

Campina Grande do Sul – 01

Curitiba – 26

Ibiporã – 01

Londrina – 03

Maringá – 01

São João do Ivaí – 01

Fonte: Agência de Notícias do Estado

 Outras Notícias